Acelerando o Turismo Sustentável no Vale do Peruaçu

O rio Peruaçu, afluente da margem esquerda do rio São Francisco fica no norte do estado de Minas Gerais. Esta região apresenta valiosas características socioambientais – ali se encontram os biomas cerrado, caatinga e a mata seca!

A cultura local também é especial, e possui atributos únicos refletidos em sua culinária, artesanato e festividades. Nesta região, estão presentes comunidades quilombolas, os índios Xacriabás e a acolhedora população local.

O Projeto

O projeto “Acelerando o Turismo Sustentável no vale do Peruaçu” é uma iniciativa do Instituto Ekos Brasil em parceria com o Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF, na sigla em inglês para Critical Ecosystem Partnership Fund). Busca desenvolver, fortalecer e acelerar o turismo sustentável na região do vale do Peruaçu (APA e PARNA Cavernas do Peruaçu), por meio da qualificação das capacidades técnicas e de gestão de organizações da comunidade local, como forma de promover emprego renda, valorização dos atributos ambientais e conservação da biodiversidade.

O projeto tem três fases principais: Inscrição, Laboratório de Inovação e Incubadora Ekos Brasil.

Inscrição
• Edital de chamamento;
• Formulário de inscrição;
• Definição do grupo de participantes.

Laboratório de Inovação
• 3 (três) oficinas de trabalho presenciais;
• 1 (uma) viagem de campo;
• Definição dos 5 (cinco) protótipos.

Incubadora Ekos Brasil
• Apoio técnico-financeiro na implementação dos protótipos pelos grupos;
• Desenvolvimento do plano de trabalho definido no Laboratório de Inovação.

Inscrição

Do dia 02 de junho até o dia 15 de julho de 2020. As inscrições devem ser feitas via formulário de inscrição, disponível nessa página e no Edital de chamamento do projeto. Outros materiais de suporte e informações para dúvidas e queixas também estão disponíveis ao final dessa página.

Laboratório de Inovação

O grupo que irá compor o Lab de Inovação é estimado em 50 pessoas selecionadas a partir das inscrições. Estes participarão de Oficinas com especialistas em diferentes áreas de conhecimento. O projeto irá articular profissionais, empreendedores e colaboradores que atuem de forma direta na cadeia de turismo. A pluralidade da iniciativa engloba desde empreendedores que trabalham diretamente com o público, em hotéis, pousadas, restaurante, condução de visitantes e operadores de turismo, a membros de conselhos, instituições e organizações vinculadas à temática do turismo regional. Os quatro temas centrais que serão abordados durantes as oficinas são: Turismo Sustentável, Hospitalidade, Gestão de Negócios e Marketing Digital.

Incubadora Ekos Brasil

Após as discussões havidas durante as atividades do Lab de Inovação de onde sairão o planejamento e definição de 5 protótipos para novas iniciativas ou negócios, os selecionados terão a oportunidade de receber apoio pela Impulsionadora Ekos Brasil, viabilizada pelo projeto. A prioridade aqui é a implantação de iniciativas que promovam melhores condições para o desenvolvimento das atividades de turismo na região. Os protótipos poderão ser: mecanismos, ferramentas ou negócios que promovam soluções das barreiras enfrentadas na implantação do turismo sustentável.

Dentre os diversos projetos desenvolvidos pelo Instituto Ekos Brasil
na região do Peruaçu ao longo das últimas duas décadas,
o “Acelerando o Turismo Sustentável no Vale do Peruaçu” em parceria com o CEPF,
vem para preencher uma importante lacuna para o desenvolvimento local e regional.

O Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF, na sigla em inglês para Critical Ecosystem Partnership Fund) vem atuando desde 2000 para assegurar a participação e contribuição da sociedade civil na conservação de alguns dos ecossistemas mais ricos do mundo do ponto de vista biológico, porém atualmente ameaçados.

O CEPF é um programa conjunto da Agência Francesa para o Desenvolvimento, Conservação Internacional, União Europeia, Fundo para o Meio Ambiente Global (GEF, sigla em inglês), Governo do Japão e Banco Mundial, com vistas a oferecer financiamento para proteção de ecossistemas únicos e ameaçados – conhecidos também como hotspots de biodiversidade.

Em 2013, o Conselho de Doadores do CEPF selecionou o bioma Cerrado como um dos hotspots prioritários, e 8 milhões de dólares foram alocados para investimentos em projetos de conservação no período de 2016 a 2021.” (Fonte: http://cepfcerrado.iieb.org.br/projeto/). O projeto “ACELERANDO O TURISMO SUSTENTÁVEL NO VALE DO PERUAÇU” é uma das diversas iniciativas do fundo na região.

Turismo sustentável

Hospitalidade

Gestão de negócios

Marketing Digital

Arquivos para download:

EDITAL

FLYER

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

O Instituto Ekos Brasil e o CEPF estão à disposição de todos os interessados e participantes do projeto para sanar dúvidas e eventuais queixas sobre o projeto.

Caso haja alguma questão pendente, por favor entre em contato com a equipe local ou com a equipe de implementação do projeto do Instituto Ekos Brasil.

Contatos

• Instituto Ekos Brasil:
instituto@ekosbrasil.org
cepf@ekosbrasil.org
+ 55 11 5505-6371
   

• Equipe de Implementação Regional do CEPF
cepfcerrado@iieb.org.br
+55 61 3248-7449
 

• Diretor Executivo do CEPF
cepfexecutive@conservation.org

• IEB – Instituto Internacional de Educação do Brasil: